Políticia

Cat-2

Paraíba

Brasil

» » Criminosos espalham vírus com e-mail falso sobre saque do FGTS

A fabricante de antivírus Eset está alertando para um e-mail falso, supostamente sobre saques do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que tenta contaminar internautas brasileiros com um vírus que rouba senhas bancárias. O e-mail chega com um anexo chamado "CronogramaFGTS" que, se aberto, redireciona o usuário para o download do vírus.


O tema da mensagem tenta se aproveitar da esperada divulgação do calendário do FGTS pela Caixa Econômica Federal. Esse calendário, porém, ainda não está disponível. A Caixa anunciou que
.


“Os cibercriminosos aproveitam temas de grande interesse do público para aplicar golpes que atuam de maneira massiva, uma vez que os usuários, na ânsia de obter informações sobre o tema, não verificam o remetente, links e arquivos para downloads contidos na mensagem”, explicou Camillo Di Jorge, presidente da Eset Brasil, em um alerta divulgado pela empresa.




E-mail falso com anexo que promete cronograma do FGTS. (Foto: Reprodução / Eset)

O e-mail enviado pelos criminosos parte de um servidor sem qualquer relação com a Caixa. A praga instalada rouba dados de nove instituições bancárias brasileiras, segundo a Eset. Para isso, o vírus monitora o acesso do internauta a essas instituições e exibe páginas falsas que enviam os dados bancários da vítima diretamente para os bandidos.


O vírus é capaz de burlar o Controle de Contas de Usuário (também conhecido pela sigla em inglês de "UAC"). Esse é um recurso que vem ativado de fábrica no Windows para criar um equilíbrio entre a segurança e a conveniência de uso. Porém, na configuração de fábrica, o UAC é bastante frágil. Alterar a configuração do UAC (
) impede que este vírus consiga burlar essa proteção.


Caso o recurso esteja na sua configuração padrão do Windows - e não na configuração segura -, o vírus se instalará com permissões máximas no computador. Do contrário, o sistema exibirá um alerta informando que um programa está tentando realizar uma atividade administrativa. Um vírus instalado com permissões administrativas normalmente é mais difícil de ser removido e consegue interferir com os programas de segurança instalados no computador.
G1 

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre Jacy Mendonça

Filho de Santa Rita, radialista do programa Jornal 100.5 Notícias na 100.5 FM.

Nenhum comentário

Leave a Reply

Caderno de Esporte

Entretenimento

Mundo

Cat-5

Cat-6