Políticia

Cat-2

Paraíba

Brasil

» » FHC diz a Moro que presidente ‘não sabe de tudo que acontece’

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB)O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso depôs na manhã desta quinta-feira ao juiz federal Sergio Moro como testemunha de defesa na ação penal que tem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no banco dos réus pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. No depoimento a Moro, feito por videoconferência, FHC negou saber, enquanto presidente, da atuação do cartel de empreiteiras descoberto pela Operação Lava Jato na Petrobras. O tucano foi arrolado como testemunha pela defesa do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, também réu na Lava Jato.
“Nunca houve nenhuma afirmação efetiva de cartelização ou coisa que o valha, pode ter havido. O presidente da República não sabe de tudo que acontece” respondeu FHC a Cristiano Zanin Martins, advogado de Lula.
O defensor do petista citou a delação premiada do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró, que afirma que o cartel que fraudava contratos na estatal foi criado durante o governo de FHC. “Não, nem conheço esse senhor, não tenho a menor ideia, o presidente da República não pode saber o que está acontecendo com todas as pessoas. É um procedimento incorreto de pessoas, que deve ser combatido”, disse o tucano.
Questionado por Sergio Moro se teria havido doações não registradas ao Instituto Fernando Henrique Cardoso, FHC respondeu que “não, não, não, isso é absolutamente impossível. Absolutamente impossível. Eu pessoalmente não saberia dizer ao senhor quem deu quanto, eu não sei, mas está tudo registrado. O conselho fiscal vai lá, temos Conselho a quem prestamos contas. Não tem nada por fora, zero, não existe tal hipótese”.
O magistrado perguntou ao ex-presidente se o instituto que leva seu nome tem como fonte de renda a projetos a Lei Rouanet, também alvo de investigações da Polícia Federal e do Ministério Público. “Não, não, não, nem todas, o instituto tem as seguintes fontes de renda: doações, tem gente que doa até hoje, patrocínios, e muitas vezes tem busca de recursos pela Lei Rouanet, para fins específicos”, respondeu FHC.
Ainda sobre o Instituto Fernando Henrique Cardoso, o tucano disse a Moro que separa sua vida pessoal da “vida institucional”. “Nunca tive cartão corporativo, nunca saiu dinheiro do instituto para viagem minha, nunca recebi um tostão”, ressaltou.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre Jacy Mendonça

Filho de Santa Rita, radialista do programa Jornal 100.5 Notícias na 100.5 FM.

Nenhum comentário

Leave a Reply

Caderno de Esporte

Entretenimento

Mundo

Cat-5

Cat-6