Políticia

Cat-2

Paraíba

Brasil

» » Engenheiro diz que não basta triplicar a BR e sugere um arco metropolitano para João Pessoa

Não basta triplicar, tem que abrir um arco metropolitano na Grande João Pessoa, interligando a BR 101 Norte e Sul e a BR 230, retirando o tráfego de caminhões pesados das congestionadas rodovias federais. Fazer apenas uma terceira faixa no perímetro urbano da 230 não resolve o problema.
A sugestão foi apresentada  pelo engenheiro dos quadros da Chesf, paraibano de Taperoá. Lembrando: arcos metropolitanos são vias que contribuem para maior fluidez no transporte de cargas; ao mesmo tempo, desafogam o trânsito em grandes rodovias que hoje são avenidas urbanas nas cidades-regiões em que se transformaram as capitais brasileiras e municípios vizinhos.
Na Grande João Pessoa, as BRs 101 e 230 atendem ao mesmo tempo ao tráfego metropolitano e de rodovia. São carretas e ônibus rodando, circulando – muitas vezes disputando espaço – nas mesmas pistas por ondem passam carros pequenos e médios, motocicletas e bicicletas, além de viaturas policiais, de bombeiros e ambulâncias.
Por essas e outras, temos aí características de um trânsito avançando velozmente para um ponto de saturação. Dá para presumir, então, que as pistas laterais projetadas para a BR 230, entre Cabedelo e Oitizeiro, apenas inicialmente e parcialmente conseguirão proporcionar algum desafogo. A tendência, no médio ou longo prazo, é piorar.
Afinal, é medianamente compreensível e previsível um aumento do fluxo nas BRs que cortam a nossa região metropolitana. Tanto nas laterais como no leito principal da estrada. Porque crescerá em paralelo o número de estabelecimentos comerciais e industrias que justamente em razão da melhoria de acesso procuram se instalar nas margens dos trechos urbanos de rodovias federais que se conectam à malha viária de cidades em acelerado adensamento populacional.
Como e por onde construir um arco metropolitano para a Capital do Estado e seu entorno é tarefa da engenharia nacional ou paraibana. Que tem régua, compasso, conhecimentos, experiência e capacidade para traçar um novo caminho – ou um novo destino – para um milhão de pessoas que diariamente precisa se deslocar dentro do território mais povoado da Paraíba.
Difícil? Impossível? Qual o quê! Nada que um bom projeto e uma vontade política determinada a fazer o bem não resolvam.

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre Jacy Mendonça

Filho de Santa Rita, radialista do programa Jornal 100.5 Notícias na 100.5 FM.

Nenhum comentário

Leave a Reply

Caderno de Esporte

Entretenimento

Mundo

Cat-5

Cat-6