Políticia

Cat-2

Paraíba

Brasil

» » Homem passa um mês na cadeia após ser preso por engano

O ambulante Wilson Rosa foi acusado de roubar o celular da mulher de um policial. Ele já estava preso havia 30 dias quando foi levado à presença de um juiz. A Justiça concluiu que ele era inocente e o libertou, segundo reportagem do Bom Dia Brasil.
O roubo aconteceu no dia 9 de agosto de 2016 na Avenida Ibirapuera. Um dia depois, a ocorrência foi registrada no 100º DP (Jardim Herculano), que fica a 20 km da Avenida Ibirapuera e é onde trabalha o marido da vítima.
A descrição no boletim é de um homem de pele preta, cabelo raspado, altura de 1,70 m, magro e rosto bem magro – características comuns de boa parte da população brasileira.
Wilson foi preso cinco meses e quatro dias após o roubo. Ele estava com um grupo de rapazes quando um policial o abordou. Ele foi algemado e filmado por um celular. O policial mandou a foto para a esposa fazer o reconhecimento pelo celular.
Os três filhos de Wilson, um deles com necessidades especiais, perguntavam pelo pai. "Os filhos dele perguntam muito dele... Eu não vou falar pro meu filho de 5 anos que o pai dele está preso, né", disse Leandra, mulher de Wilson.
A família chamou um advogado, que conseguiu na Justiça libertar Wilson 32 dias após a prisão.
G1 

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre Jacy Mendonça

Filho de Santa Rita, radialista do programa Jornal 100.5 Notícias na 100.5 FM.

Nenhum comentário

Leave a Reply

Caderno de Esporte

Entretenimento

Mundo

Cat-5

Cat-6