Políticia

Cat-2

Paraíba

Brasil

» » Campus Festival leva 15 mil pessoas ao Espaço Cultural, mantendo sua essência de diálogo e valorização das manifestações originais










Mais de 15 mil pessoas passaram pelo Espaço Cultural de João Pessoa no último fim de semana para conferir o maior festival universitário do Norte/Nordeste do País. O Campus Festival, em sua quarta edição, trouxe uma programação democrática, inovadora e que levou grandes experiências para os participantes. Música, artes plásticas, conhecimento e empreendedorismo fizeram parte da gama de atrações oferecidas pelo evento. "Mais uma vez, o Campus Festival superou as expectativas da organização. Investimos em uma diversidade maior nas atrações, com público segmentado, marcando sempre a diversidade nas manifestações e opiniões", avaliou Will Fonseca, da Luz Criações, organizadora do evento. 
Este ano, a abertura do Campus aconteceu no dia 28 de abril, com apresentação de teatro - a peça "A Peleja do Fute", do paraibano Fernando Teixeira. No mesmo dia, a Tecnologia da Informação e Comunicação foi debatida entre start-ups de  várias localidades do País para discutir mercado, educação, negócios e tendências.  A  soma das sonoridades aconteceu no dia 29, com bandas de nicho, como Seu Pereira e Coletivo 401, Maneva, Baiana System e Humberto Gessinger. "Ficamos felizes e agradecemos os artistas, que reconheceram a estrutura que a oferecemos a eles e ao público de mais de 10 mil pessoas", disse Will. 

As intervenções artísticas também chamaram a atenção do público. Logo na entrada do Espaço Cultural, todos foram recebidos com um letreiro especial. O Grupo DIA, composto pelos paraibanos Américo Gomes e Daniel Ferreira e o cearense Izaac Brito, fez uma intervenção ao vivo e simultânea em uma estrutura de letras com o nome `Campus`. "A intervenção artística luminosa, com desenhos dos artistas, foi amplamente compartilhada nas redes sociais", lembrou. Além disso, a galeria com curadoria de Nelson Rossiter trouxe as obras das artistas Renata Cabral e Natália Nome, em uma exposição suspensa para homenagear, de forma singela, as mulheres e seus direitos.

Encerramento - O Campus Festival encerrou no dia 30 com uma maratona de palestras sobre empreendedorismo. Em parceria com o Sebrae Paraíba, o evento contou com sold out no Espaço do Conhecimento, com todos os ingressos disponíveis vendidos. As palestras multitemáticas foram realizadas por  Rodrigo Cartacho, CEO da plataforma de venda de ingressos da Sympla, João Paulo Sette, criador da plataforma Social Comics e os influenciadores digitais GKay e Carlinhos Maia, com milhões de visualizações em seus canais digitais, e que resolveram fazer a palestra juntos. O ponto alto do dia de conhecimento foi o bate papo com o ator baiano Wagner Moura, que contou que essa foi sua primeira experiência como palestrante. Muito simpático e informal, Wagner falou sobre carreira, política, ativismo e educação. "Este foi um momento único. Para o terceiro dia, o Campus trouxe empresários, diretores, empreendedores do mundo digital e encerrou com um artista nordestino de âmbito internacional. Com isso, o evento continua sua essência de diálogo e valorização das manifestações originais", destaca Will.

Diversas marcas e empresas também apostaram no sucesso do Campus, como a IESP Faculdades, Curso de Idiomas CNA, Barbearia Sr. João, Jampa Tattoo, General Store e os food trucks Acarajazz, King Truck, Kami Temakeria, Eu Quero Pizza, Empório da Coxinha, Metamorfose JP. Com os três dias de evento, foram arrecadados mais de 600 quilos de alimentos, que já foram doados à Casa da Criança com Câncer, em João Pessoa. "Queremos agradecer todos que compareceram, público, artistas, fornecedores, imprensa e podem apostar: o Campus Festival 2018 vem ainda melhor!", agradece Will.

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre Jacy Mendonça

Filho de Santa Rita, radialista do programa Jornal 100.5 Notícias na 100.5 FM.

Nenhum comentário

Leave a Reply

Caderno de Esporte

Entretenimento

Mundo

Cat-5

Cat-6