Políticia

Cat-2

Paraíba

Brasil

» » Defensora Pública da Paraíba lamenta que diário eletrônico tenha sido negado à categoria: ‘não entendo’







A Defensora Pública Geral da Paraíba, Madalena Abrantes, nesta quinta-feira (24), afirmou que recebeu com tristeza a notícia de que o projeto proposto na Assembleia Legislativa sugerindo que fosse criado um diário eletrônico oficial no estado havia sido arquivado.
“É um órgão e precisa publicar seus atos, temos que ter transparência. Todos os poderes têm seus diários e é eletrônico, não geraria novos custos, é apenas uma questão de transparência. Não consigo entender”, afirmou.
Em entrevista ao portal Paraiba.com.br, Madalena explicou que convidou defensores de vários estados do Brasil para lhe auxiliar nessa questão, inclusive o defensor da União porque, segundo ela, “santo de casa não faz milagre”.
“Hoje estamos lançando no do Tribunal de Justiça, mas não é possível pegar essa carona mais. É um direito e estamos sendo boicotados. Agora vamos encontrar com a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), com Joás de Brito Pereira Filho, presidente do TJPB e também com o presidente da ALPB, Gervásio Maia Filho”, disse.

Yves Feitosa/Fábio Augusto

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre Jacy Mendonça

Filho de Santa Rita, radialista do programa Jornal 100.5 Notícias na 100.5 FM.

Nenhum comentário

Leave a Reply

Caderno de Esporte

Entretenimento

Mundo

Cat-5

Cat-6