Políticia

Cat-2

Paraíba

Brasil

» » Candidata pagou 'combo' para fraudar Enem e concurso para delegado, diz polícia









Polícia Civil informou nesta segunda-feira (30) que uma candidata pagou R$ 850 mil por uma espécie de "combo" para conseguir a aprovação dela no concurso para delegado da Polícia Civil de Goiás e da filha, no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. Segundo o delegado Rômulo Figueiredo, esse foi o maior valor repassado ao grupo criminoso alvo da Operação Porta Fechada e que atuava em todo o país.
“Uma candidata comprou sua vaga no concurso para delegado e pagou uma espécie de ‘combo’. Ela fez um acordo com a organização criminosa, deu uma casa de R$ 850 mil para garantir a aprovação dela no concurso de delegado e da filha no Enem para uma vaga de medicina”, explicou Figueiredo.
Em nota, a assessoria de imprensa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, informou que o órgão "não foi notificado e está buscando acesso ao inquérito para poder se manifestar".
A Operação Porta Fechada cumpre 36 mandados judiciais, sendo 17 de busca e apreensão, 11 de condução coercitiva e oito de prisão. Do total de presos, foram dois em Goiânia, um em Nova Glória e três em Brasília. O sétimo mandado é referente a um homem que já havia sido preso em Brasília e o oitavo alvo segue foragido.


«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre Jacy Mendonça

Filho de Santa Rita, radialista do programa Jornal 100.5 Notícias na 100.5 FM.

Nenhum comentário

Leave a Reply

Caderno de Esporte

Entretenimento

Mundo

Cat-5

Cat-6