Políticia

Cat-2

Paraíba

Brasil

» » Deputado que se diz contra o aborto pediu para a amante fazer um







Deputado Tim Murphy pediu a amante que abortasse, mesmo depois de assinar projeto de lei que torna crime o aborto.
Essa revelação, feita nesta terça-feira, 3, calhou de ser na mesma data da aprovação na Câmara dos Deputados de uma legislação republicada que poderia tornar crime o aborto a partir da 20ª semana de desenvolvimento do feto e, por ironia, o deputado Murphy assinou o projeto de lei, que segue para o Senado.
De acordo com o jornal que teve acesso a uma mensagem de texto trocada entre o deputado e a mulher com quem tinha o relacionamento extraconjugal, no dia 25 de janeiro ela disse que "(Murphy) não teve problema nenhum em colocar sua posição pró-vida de lado quando me pediu para abortar nosso filho na semana passada quando nós pensávamos que eu poderia estar grávida".
A mensagem foi enviada pelo telefone do deputado, mas ele afirmou que o seu gabinete que fez o pedido do aborto. "Eu nunca escrevi isso. Meu pessoal faz isso. Eu li isso e estremeci. Eu disse a eles (pessoal) que não fizessem isso mais", disse Murphy. A mulher não estava grávida.
No Brasil, a Câmara dos Deputados deve votar nesta quarta-feira, 4, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 181/15), que amplia a licença-maternidade em casos de bebês prematuros e pode tornar mais restritiva a legislação do aborto ao incluir na Constituição que o direito à vida começa "na concepção".
Catraca Livre 
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre Jacy Mendonça

Filho de Santa Rita, radialista do programa Jornal 100.5 Notícias na 100.5 FM.

Nenhum comentário

Leave a Reply

Caderno de Esporte

Entretenimento

Mundo

Cat-5

Cat-6