Políticia

Cat-2

Paraíba

Brasil

» » Justiça realiza 1ª audiência sobre menina atropelada e morta em Mangabeira e pai clama: ‘não foi culposo’

Após um ano e quatro meses, será realizada nesta quinta-feira (05), às 16h, no Fórum de Mangabeira, a primeira audiência do julgamento sobre a morte da estudante Rayane Gabrielle Lucena Costa, de 13 anos, que foi atropelada na manhã do dia 30 de junho, próximo ao mesmo fórum, em João Pessoa.
“Estamos esse tempo todo sem resposta da Justiça. Ele vinha em alta velocidade e fugiu da cena do crime, por isso não quero que seja considerado homicídio culposo, como vem acontecendo, mas sim doloso porque ele é um verdadeiro assassino”, disse Josenildo Gabriel, pai da menina.
O acidente aconteceu na Avenida Hilton Souto Maior e o veículo que provocou o atropelamento não parou para ajudar a vítima. A menina estava indo para a escola que fica próxima ao local. Com o impacto o corpo da garota foi arremessada para o canteiro e ainda bateu em uma árvore.

“Nós vamos levar algumas pessoas para protestar contra esse absurdo. Ele matou minha filha, se apresentou, passou vinte minutos conversando com a polícia e está em liberdade desde então. Enquanto isso, a minha filha está morta e Justiça age como se a culpa fosse dela”, declarou Gabriel.
No dia 05 de julho, o homem que dirigia o carro se apresentou na Central de Polícia, no Geisel, onde foi ouvido e liberado. Na ocasião, ele afirmou que pensou que havia atropelado um animal ou algo assim e por isso não parou para prestar socorro.
De acordo com o laudo, o acusado está sendo indiciado pela Justiça pelos crimes de homicídio culposo e omissão de socorro.

Yves Feitosa

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre Jacy Mendonça

Filho de Santa Rita, radialista do programa Jornal 100.5 Notícias na 100.5 FM.

Nenhum comentário

Leave a Reply

Caderno de Esporte

Entretenimento

Mundo

Cat-5

Cat-6