Políticia

Cat-2

Paraíba

Brasil

» » Romero nega imposição para ser candidato a governador, mas cobra união das oposições







O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), que manteve este fim de semana encontros com o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD) e com o senador Raimundo Lira (PMDB), garantiu que não fará imposições para ser o candidato das oposições nas eleições de 2018. Contudo, o tucano ponderou que os argumentos precisam ser convincentes.

“Eu defendo a tese e o raciocínio de que quem admite ser votado tem que admitir votar também. Com base nesse pressuposto, eu posso ser votado, como posso votar. Eu mantenho minha pretensão de ser candidato a governador em 2018, como falei em todos os momentos desde fevereiro de 2017. Eu me coloco à disposição sem imposição, admitindo votar e ser votado, dependendo da construção, dos argumentos”, declarou.

Para Romero, todos os pré-candidatos precisam ter desprendimento para apoiar o escolhido para encabeçar a chapa majoritária.

“Se no próximo ano, a gente compreender que eu posso contribuir permanecendo na prefeitura, vou estar ostentando a bandeiras das oposições e ajudando a construir as eleições com outro nome que faça parte desse grupo. Da mesma forma, os outros têm que compreender que se for meu nome, preciso do apoio de todos”, disse.


«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre Jacy Mendonça

Filho de Santa Rita, radialista do programa Jornal 100.5 Notícias na 100.5 FM.

Nenhum comentário

Leave a Reply

Caderno de Esporte

Entretenimento

Mundo

Cat-5

Cat-6