Políticia

Cat-2

Paraíba

Brasil

» » Sem almoço, aluno desmaia de fome em colégio a 30 km de casa

Um aluno de 8 anos desmaiou de fome, nesta semana, enquanto assistia à aula em uma escola do Cruzeiro, no Distrito Federal. A criança mora no Paranoá Parque, um empreendimento do Minha Casa, Minha Vida. Como não há colégio público no local, as 250 crianças do condomínio percorrem 30 quilômetros, todos os dias, para frequentar a escola.
"A gente chamou o Samu. Quando o Samu chegou e fez o atendimento, e viu que era fome, até o rapaz praticamente chorou", conta a professora Ana Carolina Costa, que dava aula para a criança que sofreu o desmaio.
Em nota enviada à TV Globo, a Secretaria de Educação disse "lamentar" o caso do estudante, e informou que não oferece almoço às crianças porque não há ensino integral na unidade. A reportagem insistiu e, em uma nova resposta, a pasta disse que vai "reavaliar" a situação.
No comunicado, a secretaria diz que fornece um "lanche" a cada turno – segundo funcionários, a merenda é composta por biscoito e suco, na maioria das vezes.

Fome e pobreza

De acordo com a equipe da Escola Classe 8 do Cruzeiro, a reclamação de fome é comum entre os alunos. As aulas acontecem à tarde mas, por causa da distância e do número de paradas, muitas crianças saem de casa às 11h, e passam o horário de almoço no transporte escolar do governo.

Pedido de exceção

Os professores da Escola Classe 8 dizem ver sentido na alegação da Secretaria de Educação – que oferta almoço apenas para crianças em turno integral, que passam o dia nos colégios –, mas pedem que uma exceção seja aberta a esses alunos, em razão do trajeto e da condição social.
"O que a escola precisa é que seja ofertado um complemento. A gente não vai alimentar essas crianças com biscoito", diz a professora Fabiane Rios.
A reclamação é encampada pelo Sindicato dos Professores (Sinpro-DF), que diz já ter enviado contestação ao governo sobre o caso. "Já pedimos diversas vezes para oferecer almoço e lanche para essas crianças. Como elas vêm de muito longe, não dá para ficar só com o lanche parcial", diz o diretor da entidade, Samuel Fernandes.

G1 
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre Jacy Mendonça

Filho de Santa Rita, radialista do programa Jornal 100.5 Notícias na 100.5 FM.

Nenhum comentário

Leave a Reply

Caderno de Esporte

Entretenimento

Mundo

Cat-5

Cat-6